A criatividade de Deus não tem fim. A impressão digital de um homem é bem diferente da de qualquer outro. Podemos ser parecidos, mas cada um tem sua própria forma de ser. Agora se comparado com uma mulher…

Não, o maior erro de todos é fazer este tipo de comparação. O Criador fez tudo perfeito, com suas diferenças: o dia da noite, o sol da lua, o céu da terra, e, o homem da mulher. Cada um com suas características próprias. Todos bem diferentes. Não podemos comparar nem permitir que haja competição dentro da criação de Deus.

Deus fez cada um com funções distintas e diferentes. Assim como não dá para comparar o azeite com o vinho, também não dá para comparar o homem com a mulher, nem a mulher com o homem. Muito menos dentro de um casamento.

Além desta impossibilidade, a comparação irá despertar uma competição dentro entre o esposo e a esposa. Quando o casal começa a disputar dentro do casamento está demonstrado que não entendeu nada do que Deus determinou para cada um. Não compreendeu ou, pior ainda, estão se rebelando contra o Criador.

A comparação corrói o conceito que cada um tem de si mesmo e do outro. Dispara críticas a criação de Deus. Leva a reivindicação de atitudes por parte do outro sem misericórdia, sem graça, sem amor. Pode colocar uma fissura dentro do relacionamento até o ponto do rompimento. Desaparece a graça, a alegria. Surge a implicância a chateação.
Nem por brincadeira permita que você entre em disputa com o seu próximo, sua esposa, seu esposo. Fomos feitos para completar o outro e não para dividir. Perca para ganhar. Doe para ter. Perdoe para ser perdoado. Sirva para ser servido. Ame para ser amado.

“Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á.” Mateus10:39

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!