— Eu é que tenho que mudar? Você não faz idéia o que já passei! E … não muda nunca?

Como descendentes de Adão estamos sempre prontos a transferir a responsabilidade para o outro. Conseguimos ver tudo de equivocado no outro. Levantamos com facilidade as debilidades do outro. E esperamos que haja mudanças. Se é que não exigimos transformações.
— Tenho me esforçado ao máximo, e ainda tenho que mudar? E … não muda nunca?
Muitas vezes ficamos remoendo os mesmos questionamentos dentro de nós por dias e até meses. Damos voltas e mais voltas e acabamos com as mesmas dúvidas, irritações e as mesmas perguntas martelam nosso juízo. Não conseguimos sair do redemoinho. Mas o que precisamos fazer é simples:

“Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.”  Lucas 6:31

Há muito tempo li uma história chinesa de uma jovem casada que, já não suportando mais o jeito de sua sogra com quem morava, procurou um velho amigo da sua família para se aconselhar. Sua sogra era irritante e só fazia o que desejava. A jovem queria a que ela morresse. Assim o velho amigo lhe deu algumas ervas para serem colocadas na comida da sogra. Ela só poderia usar de dois em dois dias e nunca e destratar nem discutir com a mãe de seu esposo, para não levantar suspeitas.
Passado alguns meses agindo assim o clima da casa mudou por completo. Não havia provocações nem discussões. A jovem mulher estava em paz e até sua sogra mudara e cooperava com mansidão. E, não querendo mais que a sogra morresse, volta ao seu conselheiro suplicando ajuda para dar alguma coisa que anulasse o veneno das ervas: a sogra era agora como sua mãe.
O velho amigo lhe conta o que, na verdade, as ervas que tinha dado eram para fortalecer a vida daquela senhora. O que ocorreu é que a jovem havia se livrado do veneno que havia em seu coração e mudou de atitude para com a sogra. Agora a jovem estava amando sua sogra.

“Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.”  Lucas 6:31

— Quem tem que mudar sou eu!
Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!