Quantas flores já brotaram em seus matízes de lindas cores e perfumes e nunca foram contempladas por nenhum ser humano. Quantas misericórdias são derramadas diariamente que ninguém as vê? Quanto amor-ágape é doado sobre muitos que ninguém vê ou fica sabendo? Quanta beleza jamais será apreciada pelos homens!

Caminhando pelas trilhas do Tepequém, Amajari, Roraima, pude fotografar esta linda orquídea e Deus me falou muito claro:

— “Você sabia que há muitas e muitas flores lindas que só eu as contemplo? Você sabia que há flores como estas que nunca foram vistas por nenhum homem? Você estaria disposto a viver só para mim sem nunca receber o reconhecimento de nenhuma pessoa, só o meu?”

Fiquei a meditar… Há muitas ações que fazemos que nem mesmos nossos cônjuges ficam sabendo… Há muitas atitudes de um amor genuíno que nem mesmos nossos mais íntimos descobrem… Há muito que os outros fazem que nunca ninguém ficará sabendo… Quantas coisas já fizeram por mim que nunca soube?…

Será que cultivo este anonimato? Ou será que prefiro os aplausos dos homens? Quanto que você tem se doado ao outro ou aos outros sem que nunca apareça nas manchetes de nenhum periódico?

No casamento muitas e muitas ações o outro nunca saberá. Mas Deus que a tudo vê contempla. Se estivermos dispostos a agradar ao nosso Pai, poderá ser que nunca receberemos elogio de ninguém, nem mesmo dos amados mais chegados. Os aplausos do Pai ecoarão para eternidade.

“Guardai-vos de exercer a vossa justiça diante dos homens, com o fim de serdes vistos por eles; doutra sorte, não tereis galardão junto de vosso Pai celeste.” Mateus 6:1.

Meu coração se enche de gratidão por aqueles que já oraram e que ainda oram por minha família, por meus filhos e seus amores… E o que falar daqueles que já oraram por mim… que, nunca soube nem agradeci. Só Deus sabe.

Print Friendly

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!