No dia a dia da vida somos todos carentes. Alguns têm uma necessidade específica outros diferente. Mas verdadeiramente somos todos carentes de amor. A tal ponto que muitos fazem loucuras por amor. Todavia não adianta as burutices nem as paixónites, não satisfaz a carência. Só em Cristo somos realmente supridos.

Assim cada um de nós entende o amor de formas diferentes. Gary Champman explicou muito bem no seu livro As Cinco Linguagens do Amor. Vejamos, algo bem resumido, de diversas maneiras de manifestar o “eu te amo”:

Palavras de Afirmação

“A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.” Provérbios 18:21

Com sabedoria pode derramar sobre o outro palavras que o afirmem, que o levam para o alto, ou para baixo. Palavras sinceras e não bajuladoras. Palavras humildes de pedido e não ordens fortes de um déspota. Cuidado: aquele que tem como linguagem de amor palavras de afirmação, também se ofende muito facilmente por meio de palavras.

Qualidade de Tempo

Dedicar um tempo com qualidade ao outro, sem dividir com mais nada. A atenção pertence integralmente ao outro: nem computador, nem TV, nem mesmos os filhos podem interromper este tempo. Saia para passear, vá a um restaurante. Planeje cuidadosamente este tempo. Cuidado: para só estar junto com o outro no meio de outros ou junto com os seus afazeres.

“Levantemo-nos cedo de manhã para ir às vinhas; vejamos se florescem as vides, se se abre a flor, se já brotam as romeiras; dar- te- ei ali o meu amor.” Cantares 7:12

Receber Presentes

“Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço, com os colares. Enfeites de ouro te faremos, com incrustações de prata.” Cantares 1:10-11

Quando se projeta dar um presente, se pensa primeiro no outro. Pode ser um presente simples ou elaborado, pode ser caro ou barato. Nada disso é indispensável. O mais importante é que, mesmo sem estar junto, se lembrou do outro. São marcos e símbolos que constroem uma história de amor. Ninguém investe naquilo que não vale a pena. Cuidado: não presenteie só em datas oficiais, isto não terá muito valor.

Formas de Servir

É a expressão de seu amor fazendo algo que irá agradar o outro. Algo simples ou complexo. Mas algo que realmente agrade o outro. Desde um simples arrumar a cama até preparar um jantar (ou ecomendá-lo). Fazer algo que seria tarefa do outro só por amor, nada mais. Cuidado: sirva o outro de coração, não por obrigação.

“Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim. … Depois, deitou água na bacia e passou a lavar os pés aos discípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.” João 13:1; 5

Toque Físico

É tocar o outro por afeto, carinho. Andar de mãos dadas, cafuné, abraçar. Aliás todos deveriam começar o dia com um bom abraço! Toques afetuosos serão lembrados mesmos no meio de dificuldades. O outro irá apreciar mais alguns toques que outros, aprenda com ele. Cuidado: A falta do seu toque poderá jamais ser esquecido. Nem sempre o que lhe satisfaz agrada ao outro.

“… Quem é esta que sobe do deserto e vem encostada ao seu amado?” Cantares 8:5a

Amar é um escolha do presente. Não muda o passado, mas pode transformar o futuro. Ame em todo o tempo o outro, mas ame de forma que ele entenda. Supra as necessidades do outro. Se dedique ao outro.

Se você quiser aprender de verdade sobre isso, leia o livro: As Cinco Linguagens do Amor de Gary Champman, Editora Mundo Cristão.

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *