— Minha mão se rebelou hoje! Ela se recusa a trabalhar. Minha mente está cheia de idéias. Estou desejoso compartilhar com vocês o que Deus está falando comigo, mas não dá. Minha mão está me informando que hoje é o dia de descanso dela. Se recusa a escovar os dentes. Não quer levar a caneca do café a boca. Não quer fazer nada. Que eu procure alguém para trabalhar no lugar dela. São muitos anos de trabalho fiel e constante. Hoje não dá! Ela quer liberdade.

Óbvio que isto é impossível!

Não existe nenhuma mão que pense isoladamente.  E se isto ocorresse, algo grave estaria acontecendo com meu corpo. Eu iria imediatamente para emergência. Estaria ocorrendo algum problema muitíssimo sério com meu sistema neurológico, com meu cérebro.

Repare neste texto da Palavra:

“…assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros…” Rm 12:5

Todos que fomos batizados em Cristo (Gl 3.27) somos Corpo de Cristo. Somos um só corpo e não muitos. Temos um só Cabeça. Todos fomos chamados para vivermos juntos, andarmos juntos proclamarmos o evangelho juntos. Fomos chamados por Deus para formarmos o corpo de Cristo aqui na Terra. Para, sendo um como Jesus foi com o Pai, sermos um, afim que o mundo creia.

Será que daria para a mão “ficar de mal” com o pé por a ter levado ao trabalho? Ou para o ouvido ficar “magoado” por ter escutado verdades fortes? Daria para os pés e as pernas, os braços e as mãos isolarem a língua por ela estar falando “coisas”que não estão me agradando?

O que somos? Corpo ou um saco de membros recolhidos de algum acidente no necrotério?


“… Somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros…”

Somos um Corpo
Pai, muito obrigado por não me deixar só,
à deriva nas ondas deste mundo louco.
Obrigado por me colocar em um só corpo.
Ajuda-me a ser membro, a viver bem a minha parte.
Ajuda-me a ir adiante amando aos  meus irmãos
como ao meu próprio corpo.
Amém.

Print Friendly, PDF & Email
            

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!