Ontem fui demitida do emprego de home office que estava desenvolvendo…  E sabe do que mais? Deus já tinha me dito. Há duas semanas eu tenho sentido o Espírito Santo de Deus me dizendo que isso ia acontecer. Eu passei 10 anos sendo tendo a renda fixa da casa e isso não mudou minha situação. O que tenho visto com exemplos de inúmeras outras mulheres é que quando priorizamos o que Deus tem para nós, Ele faz.

Hoje Deus tem me chamado a estar em casa, graças a Deus eu vou obedecer e confiar. Isso vai implicar muitas renúncias, vai ser muito cansativo, mas Deus é comigo. Ele vai me dar força.

Eu estou aqui glorificando o nome de Jesus que é sobre todo nome e vou seguir firme no que Deus tem me falado. Hoje Deus tem me mostrado que quem supre é Ele. Hoje minha casa e meus filhos são a minha prioridade, não vou terceirizar a responsabilidade que Deus confiou a mim. O que vai acontecer? Eu não sei. Vou como uma criancinha me jogar nos braços do meu Pai que cuida de mim.

Que fruto eu quero colher?

Como solteira eu me gastava e colocava meu esforço no trabalho, era daquelas que vestia a camisa, sempre estava entre os melhores funcionários. Produzi sempre os melhores resultados. Estava inscrita em todos os cursos. Estudava duas línguas, graduação e MBA.

Tudo que o mundo corporativo exige.

Mas quando tive filho, meu coração mudou, eu queria cuidar daquele ser que precisava de mim para tudo, depois que veio

o segundo, voltar da licença maternidade foi à custa de muito choro. Comecei a me perguntar, o que Deus tem para mim?

Vemos em 1Tm 2.15 que as mulheres serão salvas pelo seu papel de Mãe, não de executiva de sucesso. Aliás, olhando as escrituras Tito 2.3-5 e 1Pe 3.1-6 e outras, não encontro em nenhum lugar respaldo para o papel que a mulher hoje assume na família. Se eu não estou em casa com meus filhos, quem está formando o caráter dele?

Que fruto eu quero colher?

Atrevo-me a dizer que a derrocada da família e da sociedade consequentemente, se deu no dia que a mulher saiu de casa. Pai e Mãe fora de casa, o que serão dos filhos? O que será do meu filho? Eu pensava “meu marido não tem emprego fixo, não tem salário certo, eu não poderei viver essa realidade”.

Na verdade, tem um pouco de não-quero-abrir-mão do conforto, das saídas, das viagens, do carro novo, do carro. Isso é uma atitude egoísta. No meu caso eu tinha medo de passar fome. Mas Deus é bom e cuida de nós. Ele é a nossa segurança.

“..Aos que buscam o Senhor bem nenhum lhes faltará” Salmos 34.10

Tenho ouvido histórias de irmãs que passaram a viver com um salário mínimo, algumas com um pouco mais para viver a plenitude do que Deus tem para ela. Muitas abriram mão de carro, andam de bicicleta, abriram mão de planos de saúde, abriram mão de morar num lugar melhor. Abriram mão de suas carreiras.

Se formos esperar nosso marido estar com os empregos ideais, talvez isso não aconteça nunca ou talvez quando nossos filhos tiverem 20 anos e não precisarem mais de nós. Isso tudo exige muita renuncia e nem todos estão dispostos a pagar o preço, sei disso.

Mas que fruto eu quero colher?

Ter filhos obedientes é muito bom, mas é suficiente?

Queremos filhos bem sucedidos financeiramente, com carreiras sólidas?

Como Pais discípulos, queremos filhos discípulos.

Uma pessoa não pode querer ir para Feira de Santana e pegar a via Litoral Norte. Se queremos produzir filhos discípulos, cheio do temor do Senhor temos que correr dos conceitos desse mundo. Não podemos plantar chuchu e colher morangos.

Temos que encher o coração deles da palavra de Deus, do louvor, da oração, da adoração. Como posso fazer isso se não estou com eles? “A boca fala do que está cheio o coração”. Como encher o coração dos meus filhos de Jesus?

Eu e meu esposo já conversamos que com 10 anos acho que uma criança não tem mais como ficar numa escola regular, agora acho que com 8 anos. A influencia dos amiguinhos é grande, e quem são esses amiguinhos? Quem são os pais desses amiguinhos? Como estão as famílias? As famílias estão destruídas, dilaceradas.

Que fruto eu quero colher?

Tive um sonho onde meu filho mais velho de 6 anos era perseguido pela polícia porque tinha uma marca na testa e no braço (Dt.6.8). A polícia passava nas frentes das casas revistando as pessoas e olhando quem tinha a marca. Ficava bem claro no sonho que a marca era de Jesus, e que era perseguição ao povo de Deus e eu tinha que separar o meu filho, eu tinha que protegê-lo.

O papel de guardar a pureza, santidade dos nossos filhos é dos pais. Isso gera muito temor no meu coração. Jesus está voltando e como quero que minha família seja encontrada?

Que fruto eu quero colher?

Assusta-me como está caminhando o mundo. Cada vez pior.

Antigamente, “Goob”, “Disney” e alguns outros canais de TV eram proibidos aqui em casa e o “Discovery Kids” liberado, exceto em desenhos como “My Litle Pony” e outros de magia. Há uns meses estava assistindo uma séria nova do Discovery e me assustei com o desenho satânico que estava passando, não sei quantas já viram, “Ponio”, a Mãe ou Pai do Ponio é um ser que não se sabe se é homem ou mulher, tem voz de homem e cabelos enormes como uma mulher. O negócio é tão pesado que eu mesma me assustei.

Os dias são maus, muito maus.

Que fruto eu quero colher?

Deus quer um povo separado deste mundo. Eu quero filhos separados deste mundo. Tem um ano que pedi demissão com marido desempregado e estou em casa. Estou sem secretaria e estou aprendendo a como ser boa dona de casa. Nesse processo Deus tem me falado muito. Vi muitas coisas em meus filhos que eu não queria! Deus vai mostrando uma coisa, você corrige e vem outra, e outra.
Vi mudanças drásticas nos meus filhos tenho visto meus filhos dar palavra de Deus, glorificar o nome do Senhor, terem o coração grato….enfim, são tantas coisas que não daria para enumerar aqui. Estamos formando a geração do fim dos tempos. Deus quer separar esta geração.

E você? Que fruto quer colher?

Deus tem nos chamado a cuidar da geração do fim dos tempos.

Bia Vasconcelos, uma corajosa esposa e mãe, profissional de sucesso, que decidiu por sua família. Que Deus a proteja e lhe conceda graça para ser e viver sua missão de mãe, esposa e discípula de Cristo.

Bia, filhos & Fabio

Bia, filhos & Fabio

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts

Pela Manhã

Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma. Salmos 143.8