Se um dia eu tivesse que escolher algo para estar escrito naquela pedrinha que fica na frente daquela caixa grande que um dia vai para debaixo da terra, seria:

Colecionadora de sorrisos

E se alguém me perguntasse o porque, eu não responderia nada, somente sorriria.

A verdade é que um dia um homem sorriu para mim e disse que eu até podia chorar, mas que tinha a verdadeira alegria vivendo dentro de mim!

E sempre que fecho meus olhos posso ver este lindo homem, meu melhor amigo Jesus, sorrindo para mim, e é simplesmente impossível não sorrir de volta!

Sorrir não é uma mera expressão exterior de felicidade, é uma decisão interior de alegrar-se em todo tempo e com qualquer situação!

“O coração alegre aformoseia o rosto” Provérbios 15.13

E por todas estas verdades é que eu decidir colecionar sorrisos.

Sorrir é de graça, e tem que ser com graça!
É uma linguagem universal e não precisa saber um idioma para que o outro entenda!
Sempre tem que ser de coração!

Guardo todos os sorrisos que ganhei na minha memória, sorrio sempre que penso neles e sorrindo, talvez, um dia os leve para aquela caixa grande!… Mas, por enquanto, sigo colecionando sorrisos!

Via Nicoleta Borboleta

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts

Pela Manhã

Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma. Salmos 143.8