Laodicéia

Jeferson Pillar

Já faz tempo que não temos relacionamento
Trocaram o evangelho pelo entretenimento
Não quero show, mas um povo cheio do amor
Procuro um povo que me adora em verdade
Pois quero culto e não palco de vaidades
Não quero amor fingido, mas quero um povo unido
Conheço bem suas obras, e sei que é tão morna
Tá na hora de esquentar

Laodicéia enxerga logo essa nudez
Laodicéia esquenta logo de uma vez
Laodicéia enxerga logo essa nudez
Laodicéia esquenta logo de uma vez

Estou à porta e bato
Quem me ouvir e abrir, eu salvo

Eu repreendo e disciplino a quem eu amo
O vencedor sentarás comigo no meu trono
Quero te dar colírio, pra enxergar sem filtro

Procuro um povo que reflita minha glória
Que tratem uns aos outros cheios de misericórdia
Não quero amor fingido, mas quero um povo unido
Estou batendo na porta, quase ninguém se importa
Esquecem que eu vou voltar

Laodicéia enxerga logo essa nudez
Laodicéia esquenta logo de uma vez
Laodicéia enxerga logo essa nudez
Laodicéia desperta logo de uma vez

Estou à porta e bato
Quem me ouvir e abrir, eu salvo

Estou à porta e bato
Quem me ouve, abre, eu salvo
Já faz tempo que não temos relacionamento
Trocaram a verdade pelo próprio entendimento

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts

Pela Manhã

Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma. Salmos 143.8