“Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração.” Oséias 2.14

 
No deserto
Não há água
Não há sombra
Nem árvores
Nem rios

Há perigos
E calor
Não há onde se esconder
A areia está por todos os lados
Fina e quente

Para onde você olhar
Não há nada
Nenhuma distração
Nenhuma possibilidade
Nenhuma solução

No entanto
Há algo no deserto
Jesus – a sua presença
Mesmo quando não vemos

Ele sabe que nós
Buscamos subterfúgios
Quando possível
E se possível

Por isso, Ele nos atrai
Ao deserto

 

 
Para nos falar ao coração
Para nos ensinar
Que só Ele é tudo
Tudo o que precisamos

A sombra no calor
A água para a nossa sede
O lugar para se esconder
O conforto e o descanso

Precisamos do deserto
Para aprender a habitar
Para aprender a viver
Somente em Cristo
Somente para Cristo
Somente por Cristo

No deserto somos encurralados
Não dá para fugir
Como naquele dia no Éden
Ou você, se rende
Ou vai andar, andar
Até não agüentar mais

No entanto, o mesmo que nos atrai
Ao deserto
É o que nos ampara
Com o Seu amor
E nos leva para fora 

 

 

Tu és o meu esconderijo… Salmos 32.8

[Cantares 8.5/ Mateus 11.28-30]
 
Quem é essa que desce do deserto?
Meu coração cansado
Encontrou amparo
No Teu amor

Jesus
Tu estás aqui
Dentro do meu deserto
Tua doçura
Mel que brota na Rocha
É o que me leva de passo à passo

 
Tu tomas a minha mão
E me levas ao deserto
Para ensinar-me a habitar em Ti
E esconder-me em Tirosa do deserto
 

“…na sua mente imprimirei as minhas leis, também sobre o seu coração as inscreverei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.” Hebreus 8.10

“quando vier, porém, o Espírito da verdade; ele vos guiará a toda verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará  as coisas que hão de vir.” João 16.13

 
Tu me ensinas
Tu me fazes ver
A necessidade deste lugar

Apenas o silêncio
A solidão
O calor
Dos perigos e desafios

Nenhuma distração
Nenhum subterfúgio

 
Na seca
De uma terra árida
No cansaço da peregrinação

As utopias
Os conceitos
As teorias
O orgulho
A altivez da mente
Nada funciona neste lugar
O Teu Espírito
Gera Tua vida dentro de mim 
 

Quem é esta que sobe do deserto e vem encostada ao seu amado?” Cantares 8.5

Não me deixeflor do deserto
Sair daqui
Sem que Tu seja
a minha Àgua
o meu Pão
a minha Sombra
o meu Descanso
o lugar onde me refugio
a minha Vida
a minha Verdade
a minha Liberdade
a minha Cura

“Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. E chamou o Senhor Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.” Gênesis 3.8-10

 
Onde estás?
Onde estás?

Ouvi a tua voz
No jardim
Na Tua habitação
Dentro de mim

E aqui, estou
Não mais me esconderei

Levanta a Tua voz
Sobre mim
E me leva para além
Da minha nudez
Dos meus medos
Não mais me esconderei

Leva-me para este lugar
Onde nada mais me satisfaz
Se não, mais da Tua vida

 
Leva-me para este lugar
Onde eu amo mais a Tua presença
Do que todos os outros amores

Leva-me para este lugar
Onde a Tua voz
É mais real do que as circunstâncias
E mais importante
Do que a voz de Eva foi para Adão
Do que as muitas vozes
Ao meu redor
Sejam para mim

E eu correrei para Ti
Percorrei os Teus caminhos
E ouvirei atentamente
A Tua voz
Movendo dentro de mim 
 

Da eternidade para o meu interior! [João 7:37-39]

Ana Quésia Wasem

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!