Quem já se banhou não necessita lavar senão os pés; quanto ao mais, está todo limpo.  João 13:10

Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado.  João 15:3

— Está varrido! As folhas foram catadas, o pó recolhido. Agora já está bonito!

O pátio está limpo e acolhedor. É muito agradável ficar neste espaço. Ler, estudar e meditar e sobretudo receber os amigos. O chão cor de barro claro alegra o ambiente com todo o verde que cerca. O grande pinheiro imponente louvando a Deus. O arbusto pata de vaca sombreando, encantando com suas constantes flores cor de rosa. E ainda há as pitangueiras, os buxinhos e muita folhagens e flores.

Assim é o jardim externo de nossa casa.

No piso, com as chuvas, folhas e flores que caem, favorece o surgimento de fungos e começa a escurecer. Mesmo varrendo e limpando constantemente, chega ao ponto de ficar praticamente preto e opaco. A pedra natural, de tempos em tempos necessita de uma limpeza mais forte e profunda. Dá trabalho, mas sempre é recompensador.

Nestes dias, enquanto fazia esta tarefa, o Senhor mostrou-me como somos parecidos com esta pedra, o arenito de Jacobina. Como necessitamos de continuamente sermos limpos, lavados pela palavra.

Não basta só varrer uma vez ou outra. Há sujeiras que vão impregnando no piso de nossas vidas. No simples andar pelas ruas ouvimos palavrões, agressões, vemos diversos tipos de maldades, reclamações sem fim… Coisas que vão ocupando nossas mentes, nossa alma de tal forma que chegamos a considerar normal: é a realidade!

E a vida fica mais dura ainda quando se trabalha no meio de tantos homens e mulheres que não conhecem ao Senhor. Homens que tratam os outros como inferiores e outros que agem como se homens não fossem. Mulheres que se desprezam como criaturas e se dispõem ao uso vulgar dos outros. De tão irracionais que são, pior que animais, competem todo o tempo ao ponto de destruir o seu semelhante, o seu mais próximo. Até os animais violentos preservam os da mesma espécie.lavador pela palavra

Com toda essa imundice pairando no ar, nossas vidas ficam impregnadas de muita crueldade. Com frequência a mente é tomada de lembranças que querem destruir a fé, imagens que convocam ao pecado, sons que levam a competição com nosso irmão.  É uma “perseguição” disfarçada, contínua e até mesmo acatada como natural.

Um banho diário pode não ser suficiente. Algumas maldades vão ficando impregnadas na alma. Precisamos ser profundamente lavados pelo Senhor e, continuamente, estarmos nos limpando com a palavra do Senhor. Melhor do que isso, devemos preventivamente, nos encher da palavra do nosso Pai.

Lava o teu coração da malícia, ó Jerusalém — ó igreja, ó Sérgio — para que sejas salva! Até quando hospedarás contigo os teus maus pensamentos? Jeremias 4.14

O assustador é que hospedamos pensamentos que não agradam a Deus e ficamos tranquilos. Tranquilos para ver filmes, vídeos cheios de toda maldade. Ouvir músicas que não inspiram. Retornar dos trabalhos e das escolas sem desesperadamente desejar tomar um banho e trocar a porcaria absorvida pela palavra de vida eterna. Precisamos lavar nossas mentes, nossos pensamentos, nossos pés… (Jo 13.10).

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17

Cada vez mais somos orientados a tomar água. A beber muita água durante o dia, não só em um horário específico. Pois também devemos beber cada vez mais da palavra do Senhor, não só em dias ou momentos específicos.

Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração.  Colossenses 3.16

Determine-se a ler e meditar e repetir a palavra do Senhor muitas vezes durante o dia. Ao acordar, tome uma boa dose da palavra eterna. Ao sentar para uma refeição, faça–a junto com o alimento sólido que não se deteriora. Ao dormir, relaxe nos braços da palavra do Pai.

Ouve, Israel,
O SENHOR, nosso Deus,
É o único SENHOR.
Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus,
De todo o teu coração,
De toda a tua alma
E de toda a tua força.

Estas palavras que, hoje, te ordeno
Estarão no teu coração,
Tu as inculcarás a teus filhos,
E delas falarás assentado em tua casa,
E andando pelo caminho,
E ao deitar-te,
E ao levantar-te.

Também as atarás como sinal na tua mão,
E te serão por frontal entre os olhos.
E as escreverás nos umbrais de tua casa
E nas tuas portas.

Deuteronômio 6.4-9

Fotos e vídeos por Lauro Silva

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!

1 CommentLeave a comment

  • Obrigada, a palavra que eu precisava entender ” lavados pela Palavra” muito contribuiu para minha edificação no Senhor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *