Aos amados e preciosos Discípulos do nosso Senhor,

Que alegria é estarmos na presença de Jesus. Que alegria é fazermos a vontade do nosso Pai, cooperando com seu anelo e propósito eterno. Mesmo estando em outro lugar deste Brasil do nosso Deus, estou em oração com vocês. Meu coração ferve e meu espírito se alegra só em pensar em vocês: homens e mulheres que têm buscado, juntos, viverem para nosso Deus e Pai, conforme sua vontade.

Gostaria de trazer a memória as últimas palavras de Jesus antes de subir aos céus:

“Jesus, aproximando- se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” Mateus 28.18-20

Apesar de não ser necessário, gostaria de relembrar estes pequenos pontos, essenciais a nossa vida e caminhada.

Toda a autoridade lhe foi dada e toda autoridade vem de Deus. Devemos constantemente aquietar nossos impulsos de nos rebelarmos expressamente ou não contra as autoridades delegadas por Deus. Não existe nenhuma autoridade que não proceda do Pai. Elas são sempre para o nosso bem. Assim, quando resistimos à alguma delas resistimos a Deus. Cuidado, muito cuidado.

Fazei discípulos é um mandamento, não é um convite, não é uma sugestão. O ide e fazei é para todos nós que somos discípulos de Jesus. Este mandamento não é penoso, é agradável e perfeito pois somos transformados de glória em glória, de discípulo em discípulos no nome de Jesus.

Batizando-os é a nossa alegria, é a festa do céus aqui na terra. Ver e nos alegrarmos com tantos milagres e transformações que vão acontecendo diante de nossos olhos. Isto aumenta nossa fé mais e mais.

Ensinando-os não só a saber, conhecer mas sobretudo a viver, guardar tudo o que o Senhor nos mandou. Aqui cabe a cada um de nós viver e levar o discípulo a viver o mesmo. Não podemos aceitar nada inferior a Cristo.

E eis que estou convosco… é, com toda e absoluta certeza o grande e maravilhoso consolo e incentivo que temos: Cristo no nosso meio. Ele é mais do que bem vindo, Ele é indispensável.

Assim buscam viver estes homens que estão sendo separados hoje. Homens cujo o mundo não é digno de tê-los. Não são perfeitos, mas estão buscando e vivendo para àquele que é perfeito. Busquem imitá-los, pois eles buscam imitar a Cristo. Orem por eles. Façam participantes também das coisas boas. Consolem-os sempre: são homens como qualquer outro. Sobretudo frutifiquem muito para nosso Deus.

Deixo a minha benção para vocês líderes e discípulos em o nome precioso de Jesus Cristo:

“O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o rosto e te dê a paz.” Números 6.24-26

Com minha profunda admiração e amor

… sérgio …

Palavra dirigida aos discípulos do novo grupo caseiro que se no Setor da Orla, Salvador, Bahia. Obrigado Senhor por estes homens e mulheres que passam por nossas vidas.

Print Friendly, PDF & Email

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!