Qualquer um de nós quando olha a escuridão da tempestade, o barulho dos ventos, o pó da terra se eleva e é  derrubado pela força das águas, sim, qualquer um se apavora!

Mas basta-nos um olhar para o Senhor das tempestades, para o Criador da escuridão, o Maestro de todos os sons da terra, o Dono da força, para aquele que contém as águas na palma de sua mão.

Sim, só O encarar e O descobrimos nos amando com seu maravilhoso olhar, com sua misericórdia matinalmente renovada, com sua doçura sem igual.

Aí descobrimos como somos bobos de desviados os olhos dEle, de nos apegarmos as circunstâncias, de termos esquecido que Ele é o Senhor dos Senhores, o Rei dos Rei. Sim nosso Deus é nosso Pai.

Quando você fala de você mesmo, quando você fala do seu coração, também sou edificado. Tuas inquietudes são nossas, tuas angústias não diferem das nossas, tuas vitórias nos animam perseverar, teus cânticos  encontram com os nossos e juntos podemos louvar ao nosso Pai, ao nosso Senhor, ao nosso Deus e ao Cordeiro Eterno.

Obrigado, Pai por esta família eterna que temos aqui na terra! Obrigado por todas as circunstâncias que passamos, pelas dores físicas e emocionais, pelas perdas e pelos ganhos, pelas incertezas e certezas. Mas, sobretudo, muito obrigado mesmo, porque basta eu olhar para você que descubro que tudo isso provem do teu amor, teu divino e eterno amor. Muito obrigado!

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts Author website

Sérgio Avillez

Pastor que nas horas vagas gosta de fotografar o belo.
Oração: Minha necessidade, meu prazer!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *