Tive a oportunidade de ver o cumprimento dessa parábola de Jesus, ao presenciar o arrependimento e batismo de uma amiga de 74 anos, três dias antes da sua morte, onde o nosso Soberano Deus permitiu a ela poucos momentos de lucidez e conciência suficientes apenas para ela reconhece-lo como Senhor, perdoar aos seus devedores e ser enxertada em Cristo!

Quanta misericórdia! Quanto amor! Quanto valor a uma vida onde fica tão evidente a brevidade desse nosso tempo aqui na terra, em relação a toda uma eternidade!

“Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha. E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha. E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça, e disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram.

Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo. E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia?

Disseram-lhe eles: Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele: Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.

E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo: Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros. E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um.

Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro cada um. E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família, dizendo: Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia.

Mas ele, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro?  Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti.”

Mt 20.1-14

Via Kennya Campos

Print Friendly, PDF & Email

Related Articles

Sobre o autor Veja todos os posts

Pela Manhã

Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma. Salmos 143.8

2 CommentsLeave a comment

  • Forte! Deus é Misericordioso e Justo, tem seus meios e nada lhe foge ao controle, mesmo que aos nossos olhos pareça “injusto´´ ,mas quem somos nós diante do Justo de terra criação?! Somos pó, somos um nada. Deus é Bom!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *